pasa top
 Radiografia Digital ou Radiografia Computadorizada

  • Ensaio
  • A Radiografia Computadorizada compreende scanner, placa de fósforo, monitor de alta resolução e software de análise. Este conjunto realiza a leitura da placa de fósforo, previamente irradiada (Radiação X e Radiação Gama) com feixe de laser estimulador. Cada pixel tem sua luminescência foto estimulada e esta é coletada por um filtro. Em seguida, o detector amplifica o sinal que será convertido em imagem digital.

    O processo de aquisição é semelhante à Radiografia Convencional, com a diferença de utilizar placas de fósforo em vez de filmes radiográficos.

     



    Atualmente, os sistemas de RC apresentam relação sinal/ruído e resolução extremamente eficientes, sendo possível a determinação de afinamentos gerados por processos corrosivos, erosão, e outras condições internas, através das técnicas abaixo.

  • Técnica Radiográfica de Diferença de Densidade

  • Técnica aplicada na detecção de perda de massa por corrosão e/ou erosão através da diferença de densidade que a perda de material acarreta no contraste da imagem. A avaliação consiste na análise da profundidade da região corroída, através da medição da intensidade linearizada do sinal nesta região, em comparação com a intensidade na região adjacente, não corroída. Trata-se de uma avaliação qualitativa.



  • Técnica Radiográfica Tangencial

  • Técnica usada para inspeção das paredes do tubo que são atravessadas tangencialmente pelo feixe de radiação. A perda de massa por corrosão e/ou erosão pode ser diretamente mensurada na imagem digital, desde que executada a correta calibração pelo padrão de espessura. Esta técnica apresenta restrições para tubulações de diâmetros superiores a 150 mm (6 polegadas).  Nesse caso, a fonte deve ser posicionada de modo tangencial às paredes da tubulação, em vez de mantê-la alinhada ao centro da mesma. Assim, possibilita análise posterior pelo método tangencial para dimensionar apenas as áreas de maior perda de espessura, através de rotação de fonte e detector, de modo que a parede corroída esteja numa posição tangencial.

    A Técnica não é recomendada para detecção de pits e avaliação de depósitos em tubulações contendo fluido, em razão da pequena diferença de densidade entre fluido e depósito.


    A PASA do Brasil possui procedimento para execução de serviços com uso de Radiografia Computadorizada, através de Radiação Gama, para medição de espessura de paredes de tubulações e acessórios com diâmetros de 1 a 8 polegadas, conforme ABNT NBR 15783. Os requisitos, estabelecidos acima para o uso de radiografia computadorizada (referida RC) é capaz de realizar a determinação de espessuras de parede da tubulação, conexões de tubulações, válvulas e outros componentes.

    A técnica também pode ser usada para a detecção de afinamento, erosão, restrição de fluxo e condições internas: ou seja, bloqueio ou precipitação por fluxo de produtos transportados no sistema, além de aplicável à medição de espessura de drenos, vents, conexões e bocais de pequeno diâmetro.


  • Características dos equipamentos:

  • Sistema de Radiografia Computadorizada da VMI-  Virtual Media Integration , modelos CR Blade e 5100MS.


    Imagens geradas por meio de software de última geração,  Starrview 7.0 e 8.0 processa e apresenta imagens que atendem aos mais rigorosos requisitos de inspeção.

  • Vantagens da Radiografia Computadorizada comparada com o processo     radiográfico convencional:
  • 1. Gera uma imagem digital.
    2. Os resultados do ensaio são disponibilizados em menor tempo.
    3. Não utiliza químicos para revelação.
    4. Não demanda longo tempo de preparação.
    5. Menor tempo de exposição, consequentemente menor raio de isolamento.
    6. Forma de armazenamento mais eficiente.

     


    PASA - PHYSICAL ACOUSTICS SOUTH AMERICA   Tel: (55 11) 3082-5111 ou 3736-7777 - mistras@mistras.com.br