pasa top
TankPAC- Método para Avaliação de Fundo de Tanques™

TankPAC™ é um método de ensaio que utiliza a técnica de Emissão Acústica para determinar a condição da integridade do fundo dos tanques. 

A técnica consiste em captar, por meio de transdutores piezelétricos, sinais originários do processo de corrosão que ocorrem na face interna e externa do fundo do tanque, avaliando, dessa forma, a integridade e a ocorrência eventual de um processo de corrosão. Com usuários em todo o mundo, o TankPAC™ é uma ferramenta de planejamento que evita a retirada desnecessária de operação de tanques de armazenamento, reduzindo custos de manutenção e promovendo um planejamento de manutenção corretiva.
Vários grupos independentes de estudo compararam o TankPac® com inspeções internas e encontraram uma correlação estatística sólida, útil e prática quanto à efetividade desta metodologia em identificar tanques que requerem reparos.

 

Uma das estatísticas mais conhecidas, pelo fato de ter sido o primeiro estudo independente, apresentou o resultado a seguir, comprovando um acerto de 100% nos casos dos tanques que não deveriam ser retirados de serviço: 


  Com usuários em todo o mundo, o TankPAC™ é uma ferramenta de planejamento que evita a retirada desnecessária de operação de tanques de armazenamento, reduzindo custos de manutenção e promovendo um planejamento de manutenção corretiva. 

Vários grupos independentes de estudo compararam o TankPac® com inspeções internas e encontraram uma correlação estatística sólida, útil e prática quanto à efetividade desta metodologia em identificar tanques que requerem reparos.

Uma das estatísticas mais conhecidas, pelo fato de ter sido o primeiro estudo independente, apresentou o resultado a seguir, comprovando um acerto de 100% nos casos dos tanques que não deveriam ser retirados de serviço: 


O estudo ao lado, em um universo de 157 tanques inspecionados com o TankPac®, chegou às seguintes conclusões relacionadas ao resultado obtido:

“A”- 100% dos tanques abertos para inspeção não precisavam de reparos. 

“B”-
81% dos tanques não precisavam de reparos, 14% de pequenos reparos e 5% grandes reparos .
  “C”- 38% dos tanques não precisavam de reparos, 40% pequenos reparos e 22% grandes reparos.

“D” -
18% não precisavam de reparos significativos, 42% de pequenos reparos e 40% dos tanques precisaram de grandes reparos. 

“E”-
16% não precisavam de reparos significativos, 23% de alguns reparos e 61% precisaram de grandes reparos.


Resultados econômicos de outra estatística, envolvendo 800 tanques: 

Por exemplo, para óleo cru (escala vermelha ao lado), 20% dos tanques foram classificados como “A”, portanto não sendo necessário retirá-los de serviço para inspeção. Este fato indica a economia de recursos de manutenção e inspeção em 160 tanques (20% do universo de 800 tanques). Esta é uma média razoável dos custos envolvidos na manutenção e inspeção de aproximadamente US$ 200.000 por tanque, a economia apresentada por estes dados foi de US$32.000.000.

Dados obtidos em ensaios da PASA no Brasil e na América do Sul

- 1150 ensaios na América do Sul
- 500 ensaios para a Petrobrás
  entre 1999 e 2008
- REPLAN, RPBC, RLAM, REPAR, etc.


PASA - PHYSICAL ACOUSTICS SOUTH AMERICA   Tel: (55 11) 3082-5111 ou 3736-7777 - mistras@mistras.com.br